Aba 1

Postado em 31 de Julho às 17h08

Soja segue em queda nesta 4ª feira em Chicago com pessimismo sobre China x EUA

Soja (13)

Nesta quarta-feira (31), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago operam com leves baixas, mais uma vez, diante do pessimismo do mercado frente às reuniões entre China e Estados Unidos. Rápida e inconclusiva, a rodada de conversas realizada em Xangai nesta terça e quarta-feiras pouco evoluiu nas negociações.

Assim, por volta de 8h30 (horário de Brasília), as cotações perdiam entre 2,50 e 3,25 pontos nos contratos mais negociados, com o agosto valendo US$ 8,75 por bushel, enquanto o novembro tinha US$ 8,94. O mercado dá continuidade às baixas observadas no pregão anterior.

"Com pessimismo em relação à possibilidade de acordo comercial EUA/China, apesar das reuniões ocorrendo em Xangai entre as partes, os traders focam no clima", diz Steve Cachia, consultor da Cerealpar e da Agro Culte.

Os últimos mapas atualizados mostram chuvas abaixo da média para o período em diversas regiões produtoras, mas compensadas por temperaturas mais amenas e até abaixo do normal para esta época do ano em alguns pontos do Corn Belt. No entanto, o cenário é bastante irregular e os efeitos do atraso no desenvolvimento das lavouras ainda é preocupante.

Apesar de tudo, o foco maior - e também a ansiedade dos traders - se mantém sobre o relatório que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz em 12 de agosto. "Com esse boletim poderemo ter uma ideia melhor da área efetivamente plantada nos EUA e na possibilidade de geada preçoce lá para setembro", diz Cachia.



Mais do que isso, o analista alerta ainda para a movimentação do dólar nesta quarta-feira, que poderia ser mais intensa, dada a divulgação de novas taxas de juros que acontece hoje pelos Banco Central do Brasil e pelo Federal Reserve, dos EUA.


Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

Veja também

Soja repercute números do USDA e volta a cair nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago16/07 O mercado internacional da soja opera em baixa nesta terça-feira (16) com os preços reagindo ao boletim de acompanhamento de safras que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe ontem, no final do dia. As cotações recuavam, por volta de 7h55 (horário de Brasília), perdiam entre 6 e 6,50 pontos, com o agosto sendo cotado a US$ 8,95 e o novembro, US$......

Voltar para NOTÍCIAS