Aba 1

Postado em 28 de Junho às 15h40

Prorrogado prazo para pedidos ao Programa Troca-Troca de Sementes

Agronegócio (12)
A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) prorrogou até a próxima quarta-feira (26) o prazo para pedidos do Programa Troca-Troca de Sementes, para milho e sorgo da safra 2019/2020. O motivo é o período em que o sistema ficou fora do ar. As entidades devem fazer o pedido no site do Feaper (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Produtores Rurais) respeitando o limite máximo de 4 sacas de milho ou sorgo por agricultor. O programa conta este ano com R$ 7.358.472,67 para subsidiar os 28% dos financiamentos.
“O Rio Grande do Sul tem um déficit entre o que produção e consumo de milho, por isso o Estado apoia os agricultores com a disponibilidade de sementes a baixo custo”, afirma o secretário Covatti Filho.
Criado em 1988, o Programa Troca-Troca de Sementes leva ao campo sementes de milho e sorgo com subsídio de 28%. Com essa ação, o Estado estimula o aumento da produção e da produtividade, gerando desenvolvimento e qualidade à vida dos agricultores, fixando-o no meio rural e garantindo sustentabilidade ao setor.
Os valores para esta safra
Milho híbrido
  • Valor total (sem subsídio do Estado) = R$ 160 / saca
  • Valor que será pago pelo agricultor (com desconto do subsídio de 28% do Estado) = R$ 115,20 / saca
  • Data de pagamento: 30 de abril de 2020
Tecnologia transgênica do milho híbrido
  • Valor que será pago pelo agricultor pela tecnologia transgênica = R$ 220 / saca
  • Pagamento: Será emitido boleto para a entidade após fechamento dos pedidos e deverá ser pago antes do início da entrega das sementes (prevista para primeira quinzena do mês de julho)
  • Valor que será pago pelo agricultor pela parte híbrida (com desconto do subsídio de 28% do Estado) = R$ 115,20 / saca. Data de pagamento: 30 de abril de 2020
  • Valor total pago pelo agricultor pelo Milho Híbrido Transgênico (tecnologia transgênica + parte híbrida): R$ 220,00 + R$ 115,20 = R$ 335,20 / saca
Sorgo
  • Valor total (sem subsídio do Estado) = R$ 136,00 / saca
  • Valor que será pago pelo agricultor (com desconto do subsídio de 28% do Estado) = R$ 97,92 / saca
    Data de pagamento: 30 de abril de 2020

Veja também

Programa conscientiza agricultores sobre a importância do uso de EPIs no campo12/10 Programa completa 20 anos e já comercializou mais de 1,3 milhões de equipamentos de proteção Em média 35.000 mil pessoas são treinadas por ano no Brasil Equipamentos têm o Selo IAC de qualidade Mundialmente, o setor agrícola é desafiado a aumentar a produção de alimentos com mais qualidade e segurança. O uso de equipamentos de......

Voltar para NOTÍCIAS